SUFI REIKI

SUFI REIKI

Baseado em 0 avaliações
  • 3 Horas de duração
  • 4 Aulas
  • 1 Módulos
  • de suporte
  • Certificado de conclusão
Parcele em 10x R$ 17,57 (ou R$ 150,00 à vista)
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!
Edgar Martins

Sufi Reiki foi criado pelo Sufi Reiki Master Sami Pajunen na Finlândia no final de 1999. Sufi Reiki foi introduzido na Indonesia por Mr. Fajar Isbandi com a ajuda dos Sufi Reiki Masters Rudi, Eko Yuwono, Edys Susanto , Hikam, Rachmat Hanafi, Adi Setiawan, Andry e outros.

Sufi Reiki é um método de acesso a energia Sufi. Essa é uma frequencia de energia que sentimos como diferente da energia do Reiki Usui, mas isso deve ser sentido individualmente, pois não pode ser descrito de forma genérica. O objetivo do trabalho nessa freqüência de energia é permitir ao praticante Sufi Reiki tornar-se uma pessoa espiritualmente iluminada que possa ajudar a sí e aos outros.

Sufi Reiki tem 3 iniciações nas faixas de frequência de energia.

Quando o Praticante atinge o Grau de Mestre Sufi, todos os seus Chacras estão totalmente expandidos e seus campos de Energia limpos e desbloqueados. Seu Ego estará menor e sua consciencia mais elevada. Isso se manifesta através da Paciencia, Tranquilidade e Sabedoria no controle das situações da vida. Nesse estágio acontece a Iniciação na frequência mais elevada de Energia.

A Iniciação na Mais Elevada frequência de Energia é equivalente ao Shing Chi em outros tipos de Reiki. Essa Iniciação leva o Mestre a trabalhar numa frequencia de Energia mais elevada em termos de qualidade e quantidade.

Essas faixas de frequencia são realmente ilimitadas, e expandem os chakras superiores de forma também ilimitada.

Conteúdo programático

  1. SUFI REIKI -O Que é?

  2. Meditação SUFI;

  3. Símbolos SUFI REIKI;

  4. As quatro energias SUFI de CURA;

  5. Meditação nos 5 princípios;

  6. A Visão SUFI dos 5 princípios;

  7. Respiração dos Elementos - Terra, Água, Fogo e Ar;

  8. Os Aspectos Principais da Cura;

  9. Como tratar com SUFI REIKI - Equilíbrio, Respiração, Purificação Mental, Cura pela Oração, Cura - Por imposição de mãos, Por passes magnéticos;

  10. Práticas Matutinas - Preces de Cura e Meditações Matutinas com os Elementos;

  11. Iniciações.

Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até após a matrícula.

PRÉ- REQUISITO: Ser Reikiano Nível 1 ou praticante de qualquer sistema

Edgar Martins
""


Legalidade dos Cursos

Legalidade dos Cursos de Formação Livre Profissionalizante

Sobre os cursos denominados e classificados como CURSOS LIVRES:São os cursos que não estão sujeitos à tutela do MEC“sem que isto venha a constituir demérito“. Como exemplos podemos citar a maioria dos cursos de computação, cursos de língua estrangeira e os cursos livres na área de Terapias Holísticas, Terapias Naturais, Terapias Complementares, como nos casos da Iridologia, dos Florais, Auriculoterapia e de tantas outras técnicas naturais. Os cursos livres desenvolvidos e viabilizados pela Escola Flor da Vida estão em conformidade com a legislação educacional brasileira conforme DECRETO nº 5.154 de 23 de julho de 2004, sendo cursos voltados para capacitação, aperfeiçoamento, especialização e atualização, objetivando o desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva e social. Além das modalidades de ensino Fundamental, Médio, Técnico e Superior, a legislação brasileira regulamentou a categoria Curso Livre, que atende público a partir do nível fundamental, com objetivo de oferecer profissionalização rápida para diversas áreas de atuação no mercado de trabalho (ex: informática, atendimento, secretariado, webdesign, acupuntura, estética, etc.) As escolas que oferecem este tipo de curso têm direito de emitir certificado ao aluno em conformidade com a lei nº 9394/96; Decreto nº 5.154/04; Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97). Não há um limite determinado para a carga horária, podendo variar entre algumas horas ou vários meses de duração.Assim, para um curso de natureza Livre significa que não existe a obrigatoriedade de: carga horária, disciplinas, tempo de duração e, diploma anterior. Lembrando que um curso livre não tem vínculo nem reconhecimento pelo MEC/CAPES. Esses cursos têm validade legal para diversos fins, porém não podem ser convalidados, validados ou chancelados por escolas reconhecidas pelo MEC/CAPES. Desta forma, um curso livre não pode emitir Diplomas, mesmo que tais serão especificados LIVRES. Apesar disso, os cursos livres, pela a lei de Diretrizes e Bases na Educação Nacional nº 9.394 decreto 2.208/97; Deliberação CRR 14/97 (indicação CEE 14/97) passou a integrar a Educação Profissional, se comprometendo a emitir um Certificado para aqueles que concluírem o curso com aproveitamento segundo os critérios acordados em cada curso. Cursos Livres: Após a Lei nº 9.394 – Diretrizes e Bases da Educação Nacional passou a integrar a Educação Profissional, como Educação Profissional de Nível Básico, é a modalidade de educação não-formal de duração variável, destinada a proporcionar ao trabalhador conhecimentos que lhe permitam reprofissionalizar-se, qualificar-se e atualizar-se para o trabalho.Lei nº 9.394/96; Decreto nº 5.154/04;Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97) Quanto à capacitação ou aperfeiçoamento em um CURSO LIVRE DO TERAPIAS NATURAIS, HOLÍSTICAS OU COMPLEMENTARES(terapia tradicinal chinesa, terapia ayurveda, naturopatia, naturoterapia, psicoterapia holística, aconselhamento e orientação espiritualista, etc), ou qualquer das técnicas correspondentes ou agregadas aos mesmos é totalmente lícita, ou seja, inexiste Lei que a preveja, limite ou impeça o seu LIVRE exercício. Entretanto, ela não é REGULAMENTADA, ou seja, não existe Lei ou Decreto Federal específicos sobre o tema. Contudo, o inciso XIII do art. 5º da Constituição Federal assegura o livre exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer. “E não há lei regulamentando atividade relativa à acupuntura.” (STJ – ROMS nº 11.272, 2a T., rel. Min. Castro Filho, DJU I 04.06.2001). Com relação à prática leiga, não-médica, da Acupuntura e às solicitações de concessão de registros e licenciamentos de consultórios de leigos pelas Secretarias de Estado de Saúde para este fim, o Superior Tribunal de Justiça já firmou jurisprudência, ao afirmar que, se existir alguma norma interna ou portaria tanto da SES quando da Vigilância Sanitária Estadual impedindo o registro do certificado de qualificação profissional, elas não têm base, pois a prerrogativa de legislar a respeito da exclusividade do exercício de qualquer profissão é da União. Na Constituição Brasileira consta:

Art. 5º – Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e a propriedade, nos termos seguintes:

(…)

XIII – é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer (…)

Art. 22 – Compete privativamente à União legislar sobre (…);

XVI – organização do sistema nacional de emprego e condições para o exercício de profissões; E, existe no Superior Tribunal de Justiça (STJ) a decisão proferida em 24/04/02 pelo Senhor Ministro Nilson Neves, com base nos artigos 5º e 22 da nossa Constituição (acima), dizendo: “… E concluindo que, na ausência de direito liquido e certo, a acupuntura não é de uso exclusivo de nenhuma categoria profissional. (…).


Conteúdo Programático

  • 1. Instruções Iniciais - Obrigatório Assistir
  • 2. COMO BAIXAR CONTEÚDOS
  • 3. Apostila do Curso
  • 4. Email Exclusivo Para Dúvidas e Iniciações
Voltar ao topo