Florais Etéricos 3.0 Básicos

Florais Etéricos 3.0 Básicos

Baseado em 1 avaliações
  • 30 Alunos matriculados
  • 02 Horas de duração
  • 6 Aulas
  • 1 Módulos
  • 3 Anos de suporte
  • Certificado de conclusão
Parcele em 10x R$ 12,30 (ou R$ 123,00 à vista)
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!
"òtimo curso, recomendo, altamente eficiente principalmente para o corpo físico."
Elton
mais avaliações

MANUAL EM PDF + VÍDEO AULA (Nível PRATICANTE)

Apenas os terapeutas da página http://floraisetericos.com/terapeutas-licenciados/são licenciados e autorizados a realizar Workshops, Cursos,Palestras, Congressos e Seminários dos Florais Etéricos. Da mesma forma apenas os mesmo tem autorização para emitir Certificados deste sistema 

PRÉ- REQUISITO:  Nenhum

Cada corpo físico hoje na terra contém inúmeras enfermidades causadas pelos excessos e desiquilíbrios emocionais e mentais. Os florais etéricos vêm atuar nestes planos trazendo o seu equilíbrio vivido. Através do mecanismo de canalização de energia é possível fazer estes florais tanto presencial ou à distância sem precisar de conhecimentos ou manuseia de elementos materiais.

Precisa-se apenas do comando mental do praticante que é iniciado no sistema recebendo uma autorização do universo e dos diversos elementos para manusear as energias harmônicas que restabelecerá o equilíbrio do corpo, mente e espírito.

 Além de alguém habilitado para fazê-lo com a iniciação, precisa-se apenas de um copo com água.

Não é necessário. O método é bem simples e prático.

Para quais situações os Florais Etéricos é indicado? Para as situações de distúrbios emocionais em geral. Como depressão, stress, angústia, ansiedade, tensão pré-menstrual, baixa auto-estima, insônia, falta de vontade de viver, síndrome do pânico, entre outros.

P: Quais diferenças e semelhança com os outros florais tradicionais? R: A primeira diferença é que não se precisa manusear flores físicas, precisamos apenas de água mineral que em segundos fazermos os florais. Os testes realizados mostraram que em poucos dias, ou no mesmo dia os florais atuaram. Seus efeitos quase que são imediatos. A segunda diferença é a canalização de energia realizada através da iniciação.


FLORAIS PARA SISTEMA CIRCULATÓRIO 

 

SC 1 - Coração - entusiasmo e motivação pessoal. 

 

SC 2 - Problemas cardíacos em geral - desânimo e desmotivação. 

 

SC 3- Angina - firmeza aparente, que esconde amarguras e sofrimentos. Dos falsos valores, perda da motivação e entusiasmo pela vida. 

 

SC 4 - Infarto - desmoronamento 

 

SC 5 - Taquicardia - entusiasmo reprimido. 

 

SC 6 - PRESSÃO ARTERIAL - fuga dos conflitos que envolvem a afetividade. 

 

SC 7 - Pressão Alta - fuga através da preocupação ou dedicação excessiva aos afazeres. 

 

SC 8 - Pressão Baixa - fuga pelo esquecimento, desejo de abandonar tudo. 

 

SC 9 - Sangue - expressão da individualidade, fiel representante da alma, que dávida ao corpo. 

 

SC 10 - Anemia - falta de ânimo e vitalidade. 

 

SC 11 - Coagulação sanguínea - (in)capacidade de se refazer mediante as perdas. 

 

SC 12  - Hemorragia - desrespeito ao ritmo interno, ultrapassando os próprios limites e perdendo-se no que faz. 

 

SC 13 - Leucemia - ressentimento por não conseguir manter a integridade na vida. 

 

SC 14 - Vasos Sanguíneos - senso de direção e limites. 

 

SC 15 - Aneurisma - negação da própria fragilidade e limitações, abraçando causas externas. Alta responsabilidade para se manter no poder e controle da situação. 

 

SC 16 - Arteriosclerose - resistência ao novo. 

 

SC 17 - Flebite - intransigência e irritação diante de obstáculos. 

 

SC 18 - Trombose - pessimismo e limitação na vida. 

 

SC 19 - Varizes - estagnação numa situação desagradável, frustração por não realizar ideias e objetivos. Fazer de tudo, menos o necessário. 

 

 

 

FLORAIS PARA SISTEMA DIGESTIVO 

 

SD 1 - Afta - autopunição por sentir-se despreparado e negar a própria capacidade. 

 

SD 2 - Dentes- decisão, vitalidade e força agressiva. 

 

SD 3- Canal - índole, senso moral e familiar. 

 

SD 4 - Cáries - indecisão, perda da solidez interior. 

 

SD 5 - Diabetes - depressão, falta de docilidade, pessimismo. 

 

SD 6 - Hipoclicemia - ansiedade, resgate do tempo perdido. 

 

SD 7 - Digestão - elaboração e aceitação dos acontecimentos. 

 

SD 8 - Esôfago - realismo. 

 

SD 9- Esofagite - constante irritação. 

 

SD 10 - Hérnia de hiato - sentimento de culpa. 

 

SD 11 - Estômago - processador das emoções básicas. 

 

SD 12 - Estomatite - sentimento de invasão e incapacidade de 
sustentar o próprio ponto de vista. 

 

SD 13 - Faringe - aceitação dos fatos triviais. 

 

SD 14 - Faringite - irritação por não saber lidar com episódios desagradáveis. 

 

SD 15 - Fígado - órgão da mudança, força agressiva. 

 

SD 16 - Cirrose - autodestruição. 

 

SD 17 - Hepatite - resistência ao novo, gerando bloqueios. 

 

SD 18 - Glândulas Salivares - sentimento de segurança. 

 

SD 19 - Caxumba - sentimento de impotência. 

 

SD 20 - Síndrome de Sjogren (SS) - revolta e indisposição em absorver os episódios da vida. 

 

SD 21- Hemorroidas - apego às mágoas do passado. 

 

SD 22 - Intestino Delgado - absorção e aproveitamento das experiências de vida. Capacidade de entendimento. 

 

SD 23 - Diarreia -súbito desapego, sem elaborar a experiência. 

 

SD 24 - Intestino Grosso - expressão dos mais profundos sentimentos . Doação e generosidade. 

 

SD 25 - Intestino preso - recusa na exteriorização dos 
sentimentos. 

 

SD 26 - Prisão de ventre - meticulosidade, atrapalhar-se 
com detalhes, contenção da espontaneidade. 

 

SD 27 - Língua - prazer e articulação da expressão. 

 

SD 28 - Mau Hálito - desejo inconsciente de distanciar as 
pessoas. 

 

SD 29 - Maxilar - dosagem da força agressiva 

 

SD 30 - Gengiva - firmeza nas decisões. 

 

SD 31 - Gengivite - frustração por não conseguir sustentar 
decisões. 

 

SD 32 - Náusea e Vômito - resistência e recusa a situações. 

 

SD 33 - Pâncreas - abrir-se para a vida e as pessoas, extraindo o melhor da situação. Alegria e descontração em viver. 

 

SD 34 - Depressão no Pâncreas - quadro psicológico que acompanha as principais doenças pancreáticas. 

 

SD 35 - Pancreatite - amargura, frustração e raiva. 

 

SD 36 - Suco Gástrico - resposta mental às situações da vida. 

 

SD 37 - Gastrite - atividade mental proporcionalmente 
maior que os fatos. 

 

SD 38 - Úlcera - não se permite falhar nem compartilha os problemas. Agressividade sufocada. 

 

SD 39 - Vesícula Biliar - sentir-se em condições de enfrentar os grandes obstáculos da vida. 

 

 

 

FLORAIS PARA SISTEMA REPRODUTOR FEMININO 

 

SRF 1 - Frigidez - bloqueios que impedem a entrega no ato 
sexual. 

 

SRF 2 - Mamas - feminilidade e afetividade, capacidade de 
entrega e doação. 

 

SRF 3 - Amamentação - capacidade de doação. 

 

SRF 4 - Coceira - insatisfação com a dedicação ou a forma como é tratada pelos outros. 

 

SRF 5 - Flacidez - falta de sustentação interior, perda da autoconfiança. 

 

SRF 6 - Mastite - conflitos durante a dedicação. 

 

SRF 7 - Nódulos - bloqueios afetivos. 

 

SRF 8 - Menstruação - renovação, desprendimento e 
aceitação da feminilidade. 

 

SRF 9 - Amenorréia - regressão na maturidade feminina, 
apego a situações ou pessoas que foram marcantes. 

 

SRF 10 - Menopausa - maturidade emocional. 

 

SRF 11 - Outros problemas - rejeição da própria feminilidade, dificuldade em lidar com mudanças. 

 

SRF 12 - Ovários - criatividade feminina 

 

SRF 13 - Cistos - criatividade sufocada, culpa pelas 
idéias que deram errado. 

 

SRF 14 - Ovário policístico - confusão mental, dificuldade em expor idéias. 

 

SRF 15 - Tubas Uterinas - elaboração das idéias, forma como 
se expressa a criatividade. 

 

SRF 16 - Infertilidade/esterilidade - sentir-se incapaz de sustentar uma situação (igual para os homens) 

 

SRF 17 - Laqueadura - influência negativa na elaboração 
das idéias. 

 

SRF 18 - Útero - natureza feminina, originalidade e espontaneidade. 

 

SRF 19 - Miomas e Fibromas - deixar-se moldar pelo externo, não preservar sua natureza íntima. 

 

SRF 20 - Vagina - prazer na vida e no sexo. 

 

SRF 21- Coceira - expectativas frustradas em relação ao 
prazer ou ao parceiro. 

 

SRF 22 - Corrimento - profundos ferimentos afetivos ou 
sexuais. 

 

SRF 23 - Ressecamento -despreparo para o prazer. 

 

SRF 24 - Vaginismo - falta de soltura e entrega ao prazer. 

 

 

 

FLORAIS PARA SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO 

 

SRM 1- Pênis - prazer masculino, capacidade de concretizar os objetivos da vida. 

 

SRM 2- Disfunção erétil - auto depreciação, inferioridade e fracasso na vida. 

 

SRM 3 - Próstata - caráter masculino. 

 

SRM 4- deixar de ser original e perder o caráter. 

 

SRM 5 - Testículos - criatividade masculina. 

 

 

 

FLORAIS PARA SISTEMA RESPIRATÓRIO 

 

SR 1 - Brônquios - relação entre os mundos interno e externo, interação harmoniosa com o ambiente. 

 

SR 2 - Asma brônquica - sentimento de inferioridade 
disfarçado pelo desejo de poder e controle do ambiente. 

 

SR 3 - Bronquite - dificuldade de relacionar-se com o ambiente.  

Incapacidade de expressar sentimento de agressão. Necessidade de chamar atenção, isolar-se ou fazer chantagem. 

 

SR 4 - Fossas Nasais - primeiro contato entre o externo e o 
interno, habilidade para lidar com os palpites e sugestões dos outros. 

 

SR 5 - Gripe ou resfriado - confusão interior, despreparo 
para lidar com mudanças, falta de confiança no novo. 

 

SR 6 - Rinite - abalar-se pelas confusões do ambiente, não 
se permitir errar, adotar comportamento exemplar. 

 

SR 7 - Sinusite - profunda irritação com alguém bem próximo, decepção provocada pelas expectativas. 

 

 

 

FLORAIS PARA FENÔMENOS RESPIRATÓRIOS 

 

SR 8 - Bocejo - mobilização orgânica para refazer-se do desgaste físico ou da perda energética, desprendimento da negatividade agregada. 

 

SR 9 - Espirro - impulso de defesa contra ideias ou energias negativas. 

 

SR 10  - Ronco - teimosia, rigidez de ideias. 

 

SR 11 - Soluço - ansiedade e medo do desfecho de uma situação. 

 

SR 12 - Tosse - regressão dos impulsos agressivos e desejo 
de atacar. 

 

SR 13 Laringe - seleção e discernimento entre idéias e fatos. 

 

SR 14 - Calos nas Cordas Vocais - revolta e aspereza na forma de falar. 

 

SR 15 - Disfunções da Fala - contenção dos impulsos. 

 

SR 16 - Engasgo -

3 Anos Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 3 Anos após a matrícula.

PRÉ- REQUISITO:  Nenhum

Edgar Martins
"Treinador, palestrante, canalizador e criador da Escola Flor da Vida há 14 anos. Professor em mais de 240 sistemas de canalização de energia. "


Reiki Usui Master


Legalidade dos Cursos

Legalidade dos Cursos de Formação Livre Profissionalizante

Sobre os cursos denominados e classificados como CURSOS LIVRES:São os cursos que não estão sujeitos à tutela do MEC, “sem que isto venha a constituir demérito“. Como exemplos podemos citar a maioria dos cursos de computação, cursos de língua estrangeira e os cursos livres na área de Terapias Holísticas, Terapias Naturais, Terapias Complementares, como nos casos da Iridologia, dos Florais, Auriculoterapia e de tantas outras técnicas naturais. Os cursos livres desenvolvidos e viabilizados pela Escola Flor da Vida estão em conformidade com a legislação educacional brasileira conforme DECRETO nº 5.154 de 23 de julho de 2004, sendo cursos voltados para capacitação, aperfeiçoamento, especialização e atualização, objetivando o desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva e social. Além das modalidades de ensino Fundamental, Médio, Técnico e Superior, a legislação brasileira regulamentou a categoria Curso Livre, que atende público a partir do nível fundamental, com objetivo de oferecer profissionalização rápida para diversas áreas de atuação no mercado de trabalho (ex: informática, atendimento, secretariado, webdesign, acupuntura, estética, etc.) As escolas que oferecem este tipo de curso têm direito de emitir certificado ao aluno em conformidade com a lei nº 9394/96; Decreto nº 5.154/04; Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97). Não há um limite determinado para a carga horária, podendo variar entre algumas horas ou vários meses de duração.Assim, para um curso de natureza Livre significa que não existe a obrigatoriedade de: carga horária, disciplinas, tempo de duração e, diploma anterior. Lembrando que um curso livre não tem vínculo nem reconhecimento pelo MEC/CAPES. Esses cursos têm validade legal para diversos fins, porém não podem ser convalidados, validados ou chancelados por escolas reconhecidas pelo MEC/CAPES. Desta forma, um curso livre não pode emitir Diplomas, mesmo que tais serão especificados LIVRES. Apesar disso, os cursos livres, pela a lei de Diretrizes e Bases na Educação Nacional nº 9.394 decreto 2.208/97; Deliberação CRR 14/97 (indicação CEE 14/97) passou a integrar a Educação Profissional, se comprometendo a emitir um Certificado para aqueles que concluírem o curso com aproveitamento segundo os critérios acordados em cada curso. Cursos Livres: Após a Lei nº 9.394 – Diretrizes e Bases da Educação Nacional passou a integrar a Educação Profissional, como Educação Profissional de Nível Básico, é a modalidade de educação não-formal de duração variável, destinada a proporcionar ao trabalhador conhecimentos que lhe permitam reprofissionalizar-se, qualificar-se e atualizar-se para o trabalho.Lei nº 9.394/96; Decreto nº 5.154/04;Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97) Quanto à capacitação ou aperfeiçoamento em um CURSO LIVRE DO TERAPIAS NATURAIS, HOLÍSTICAS OU COMPLEMENTARES(terapia tradicinal chinesa, terapia ayurveda, naturopatia, naturoterapia, psicoterapia holística, aconselhamento e orientação espiritualista, etc), ou qualquer das técnicas correspondentes ou agregadas aos mesmos é totalmente lícita, ou seja, inexiste Lei que a preveja, limite ou impeça o seu LIVRE exercício. Entretanto, ela não é REGULAMENTADA, ou seja, não existe Lei ou Decreto Federal específicos sobre o tema. Contudo, o inciso XIII do art. 5º da Constituição Federal assegura o livre exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer. “E não há lei regulamentando atividade relativa à acupuntura.” (STJ – ROMS nº 11.272, 2a T., rel. Min. Castro Filho, DJU I 04.06.2001). Com relação à prática leiga, não-médica, da Acupuntura e às solicitações de concessão de registros e licenciamentos de consultórios de leigos pelas Secretarias de Estado de Saúde para este fim, o Superior Tribunal de Justiça já firmou jurisprudência, ao afirmar que, se existir alguma norma interna ou portaria tanto da SES quando da Vigilância Sanitária Estadual impedindo o registro do certificado de qualificação profissional, elas não têm base, pois a prerrogativa de legislar a respeito da exclusividade do exercício de qualquer profissão é da União. Na Constituição Brasileira consta:

Art. 5º – Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e a propriedade, nos termos seguintes:

(…)

XIII – é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer (…)

Art. 22 – Compete privativamente à União legislar sobre (…);

XVI – organização do sistema nacional de emprego e condições para o exercício de profissões; E, existe no Superior Tribunal de Justiça (STJ) a decisão proferida em 24/04/02 pelo Senhor Ministro Nilson Neves, com base nos artigos 5º e 22 da nossa Constituição (acima), dizendo: “… E concluindo que, na ausência de direito liquido e certo, a acupuntura não é de uso exclusivo de nenhuma categoria profissional. (…).

Conteúdo Programático

  • 1. Email Exclusivo Para Dúvidas e Iniciações
  • 2. Informações Importantes Sobre o Seu Treinamento
  • 3. Introdução aos Florais Etéricos
  • 4. Baixar o Manual
  • 5. Aula
  • 6. Gerar Certificado

Dúvidas Frequentes

Sim, O nosso curso conta com Certificado oficial de conclusão para registrar sua participação e finalização concreta dos conhecimentos adquiridos. Para recebê-lo você precisará ter concluído todo O conteúdo e solicitar na nossa plataforma. O Certificado é enviado a você digitalmente, através da plataforma, pronto para ser impresso e com todas as informações personalizadas de cada aluno. Para recebê-lo você precisará ter concluído todo O conteúdo e solicitar na nossa plataforma. *Exceção de treinamentos gratuitos que é vendido certificado separadamente.
Sim. A Escola Flor da Vida conta com mais de 30 mil alunos ao longo dos últimos 12 anos.
É quase impossível que você não aprenda os treinamentos. Todos foram ensinados de maneira simples e fácil para você aplicar no mesmo dia. Alguns treinamentos são através de áudio ou vídeo (verificar na descrição do curso). Fora isso, caso tenha dúvidas, você tem acesso ao nosso suporte via email. E mesmo que com tudo isso, você não aprenda, você tem 7 dias para solicitar reembolso e receber seu investimento de volta.
Totalmente confiável. O pagamento é processado pela plataforma da EADPLATAFORMA ou HOTMART ou EDUZZ, as maiores plataformas de pagamentos e cursos on-line do Brasil.
Pelo cartão de crédito, O acesso é enviado automaticamente a você, assim que O pagamento é aprovado em poucos instantes. Já no boleto, assim que O pagamento for efetuado, é necessário esperar a compensação em nosso sistema para receber O acesso, e essa aprovação pode levar de 1 a 3 dias úteis após efetivado a compra.
O curso pode ser pago no boleto com pagamento à vista, ou no cartão de crédito parcelado. Também aceitamos pagamentos internais pelo Paypal.
O curso é pago uma única vez, sem mensalidades. Ou seja, uma vez efeito efetivada a sua matrícula você tem acesso permanente sem pagar nenhum centavo a mais nos próximos meses.
Não. Os treinamentos da Escola Flor da Vida são de modalidade curso livre. Você não precisa de formação ou curso superior para estudar na Escola Flor da Vida.
Atualmente, trabalhamos apenas com cursos 100% online, totalmente à distância, pois nosso maior objetivo é te trazer a melhor experiência online sem você nem precisar sair de casa, de qualquer lugar que estiver. Também realizamos Workshops e Treinamentos em espaços terapêuticos.
Voltar ao topo